Titus Andronicus ressuscitou o Ateneu

Titus Andronicus ressuscitou o Ateneu

Tiago da Bernarda
7
  • 7
  • 7
  • 8
  • 6

A formal ideal de acabar o primeiro dia de Mexefest.

Motivado por guitarras barulhentas e moches de pequeno porte, todos os caminhos levavam ao Ateneu de Lisboa. Um caminho que até se faria a pé mas interceptado pelos The Sunflowers que andavam a incendiar figurativamente os autocarros do festival e com algum tempo de sobra, não se podia pedir melhor aquecimento.

Indie punk norte-americano com todo o seu pudor, os Titus Andronicus tocaram de costas viradas para um mural da revolução dos cravos. Algo que suscitava o pensamento, «Foi para isto que se fez o 25 de abril». Repetindo refrões como “Your life is over” e “You will always be a loser”, os norte-americanos conseguiram mesmo despertar a atenção dos das primeira filas que saltitaram durante todos o concerto.

Conseguiram a proeza de acelarar o rtimo ao festival que até ali tinha sido confortável e bem-dispostinho e, certamente, um concerto ideal de final de dia. Um nome inesperado no cartaz desta última edição do Mexefest mas que, no final, deu vontade de chegar a casa e pesquisar se tinham lançado algo recentemente. E tinham.

Foto: Vodafone Mexefest | Marta Santos- Academy World