Coronavírus: Amazon interrompe o armazenamento de CD’s e discos de vinil

Coronavírus: Amazon interrompe o armazenamento de CD’s e discos de vinil

António Maurício

A empresa vai deixar de receber CD’s e discos de vinil e economizar espaço para itens mais essenciais. Ainda existe stock mas quando terminar não existirá reposição.

A epidemia do coronavírus continua a atacar o mundo musical em todas as frentes. Já analisámos o “Impacto do COVID-19 na Indústria de Instrumentos Musicais”, mas agora surge um novo problema directamente relacionado com os CD’s e discos de vinil.

De acordo com a Variety, a Amazon está a ter dificuldades em armazenar itens essenciais neste momento de epidemia, como gel desinfectante, máscaras para a cara, papel higiénico e produtos médicos. Como tal, a empresa decidiu não receber mais itens facultativos e não-essenciais, como CD’s e discos de vinil até, pelo menos, 5 de Abril. A Amazon vai continuar a vender os discos de vinil que estão actualmente em stock, no entanto, quando forem todos despachado, não existirá reposição.

A mensagem da Amazon para as editoras e distribuidores foi muito directa: «por favor, parem de nos enviar produtos, até novo aviso». Se considerarmos que a Amazon é talvez uma das maiores fatias na venda de CD’s e discos de Vinil, esta medida causará ainda mais problemas e dificuldades na indústria mundial.

EGITANA