Marilyn Manson: Senadora dos EUA Pede Investigação do FBI

Marilyn Manson: Senadora dos EUA Pede Investigação do FBI

Redacção

A senadora do estado da Califórnia Susan Rubio exige que o FBI investigue Marilyn Manson, recentemente acusado de abusos físicos e mentais sobre várias mulheres com quem manteve relações nos últimos anos.

A senadora do estado da Califórnia Susan Rubio apelou ao Procurador-Geral interino Monty Wilkinson e ao director do FBI Christopher Wray para investigarem as alegações de abusos físicos e mentais feitas contra Marilyn Manson pela actriz Evan Rachel Wood e por outras mulheres.

Numa carta partilhada por Evan Wood nas redes sociais, a senadora Susan Rubio escreveu: «Uma vez que alguns dos alegados casos contra o Sr. Brian Hugh Warner [nome verdadeiro de Manson] são da Califórnia, estou especialmente alarmada. Os indivíduos que se envolvem neste tipo de abuso são frequentemente criminosos em série. Se estas alegações forem verdadeiras, e se não for empreendida qualquer investigação, estaremos a falhar com as vítimas e a permitir que um possível perpetrador continue a abusar de vítimas insuspeitas. Não se deve permitir que isso aconteça».

Recorde-se que, num post publicado no Instagram, Evan Wood alegou ter sido «tratada como adolescente» por Manson, antes de ele ter «abusado horrivelmente» de si e de lhe ter feito «uma lavagem cerebral» durante a relação que ambos mantiveram no final dos anos 2000. Quatro outras mulheres também partilharam acusações de abuso contra o músico, que entretanto já veio a público negar tudo através de um post no Instagram no qual afirma que as recentes alegações são «distorções horríveis da realidade».

Na sequência destas acusações, Manson foi abandonado pela sua editora discográfica, a Loma Vista Recordings, que explicou a sua posição através de um comunicado: «À luz das inquietantes alegações de Evan Rachel Wood e de outras mulheres que nomeiam Marilyn Manson como o seu abusador, a Loma Vista deixará de promover o seu actual álbum com efeito imediato. Devido a estes desenvolvimentos, decidimos também não trabalhar com Marilyn Manson em quaisquer projectos futuros».

Duas redes de televisão americanas também já cortaram os laços com Manson, com a AMC a anunciar que a próxima aparição do artista em “Creepshow” foi cancelada, enquanto a Starz já não vai transmitir a actuação do músico no próximo episódio de “American Gods”. Também a antiga noiva de Manson, Rose MacGowan, deu o seu apoio às mulheres que agora acusam o músico: «Estou com Evan Rachel Wood e as outras mulheres corajosas. Leva anos a recuperar dos abusos e eu envio-lhes força na sua jornada para a recuperação. Que a verdade seja revelada. Que a cura comece».

EGITANA