Queen Descobrem Cassete Perdida De Um Dos Primeiros Concertos

Queen Descobrem Cassete Perdida De Um Dos Primeiros Concertos

Redacção

Os Queen andaram a remexer no baú das memórias e descobriram uma cassete de um dos seus primeiros concertos, no Imperial College, em Londres. Segundo Brian May, estão a ponderar libertá-la, para felicidade de milhões de fãs.

Numa entrevista exclusiva incluída na mais recente edição da revista Classic Rock, o guitarrista Brian May diz ter redescoberto recentemente uma cassete de um dos primeiros concertos da banda, desta feita no Imperial College de Londres.

«Estamos sempre à procura de coisas historicamente importantes. E esta cassete que apareceu muito recentemente e que me entusiasma, é um dos primeiros concertos que tocámos num teatro de conferências no Imperial College. Eu nem sequer sabia que tinha a cassete», revelou Brian May.

Embora não especifique a data do concerto do Imperial College, May recorda que a banda fez vários espectáculos nesse local durante os seus primeiros tempos, incluindo o primeiro concerto em Londres, a 18 de Julho de 1970, com o baixista original Mike Grose. O guitarrista sublinha também que neste concerto agora encontrado a banda ainda estava a dar os primeiros passos, com Freddie Mercury ainda longe de atingir performances como esta aqui, uma das mais memoráveis de sempre.

«Ouvir Freddie naquele momento do seu desenvolvimento é fascinante. Tinha toda a vontade, carisma e paixão, mas ainda não tinha tido a oportunidade de aproveitar a sua voz. O que me faz hesitar um pouco, porque não tenho a certeza se Freddie gostaria de se ouvir nesta fase. Mas, estranhamente, se ele estivesse vivo e sentado aqui neste momento, provavelmente diria o mesmo que eu: ‘Oh querido, éramos umas crianças’», conta ainda o guitarrista, garantindo também que a banda ainda está a pensar o que fazer com a cassete.

«Estamos a debater o que fazer. Há alguns anos ter-nos-íamos sentido muito protectores e pensado: ‘Ninguém deveria ouvir isto, porque estávamos muito ‘rough’. Mas, agora, na posição em que nos encontramos nas nossas vidas, estamos perdoados, não temos vergonha de onde estávamos nessa altura. Éramos nós contra o mundo», concluiu.

EGITANA