R.I.P. Gerry Marsden [Gerry & The Pacemakers]

R.I.P. Gerry Marsden [Gerry & The Pacemakers]

Redacção

Morreu o líder da banda Gerry & The Pacemakers. Gerry Marsden, a voz de “You’ll Never Walk Alone”, que se tornaria o memorável hino da equipa de futebol do Liverpool, tinha 78 anos e faleceu vítima de uma infecção cardíaca.

Gerry Marsden formou os Gerry & The Pacemakers em Liverpool no final da década de 1950, embora se tenham apresentado pela primeira vez como os Mars-Bars.

Além de emprestar voz e guitarra ao quarteto inglês, Marsden escreveu uma quantidade razoável do material dos Pacemakers, incluindo singles como “I’m the One” de 1963 e “Don’t Let the Sun Catch You Crying” de 1964. A formação original incluía o irmão de Gerry, Fred Marsden, na bateria, Les Chadwick no baixo e Arthur Mack no piano. Em 1961, Les McGuire substituiu Mack.

Em 1962, os Pacemakers tornaram-se a segunda banda a ser assinada por Brian Epstein depois dos Beatles. A sua estreia em estúdio, “How Do You Like It?”, de 1963, foi gravada sob a direcção de George Martin.

Apesar do sucesso nas tabelas de vendas britânicas, bem como de vários singles nos Hot 100 da Billboard, os Pacemakers dissolveram-se em 1966.

Marsden ressuscitou os Pacemakers no início dos anos 70, embora o seu irmão Fred não tenha voltado a participar. O grupo fez uma digressão dos 30 anos em 1993 e, nesse mesmo ano, Marsden foi co-autor da sua autobiografia “I’ll Never Walk Alone”, com Ray Coleman. Partes do livro foram posteriormente adaptadas para o musical Ferry Cross The Mersey. Marsden lançou um punhado de singles a solo, assim como um álbum de versões de canções de John Lennon e de Paul McCartney.

Gerry trabalhou também como artista de cabaré e animador de televisão em programas infantis.

A versão de 1963 de Rodgers e Hammerstein de “You’ll Never Walk Alone”, dos Pacemakers, continua a ser o hino do clube de futebol da cidade natal de Marsden, o Liverpool, que homenageou o falecido cantor no Twitter.

EGITANA