RIP Mac Davis

RIP Mac Davis

Redacção

Morreu Mac Davis, compositor e colaborador de Elvis. Autor de canções como “A Little Less Conversation” ou “In The Ghetto”, Davis participou em filmes e séries, apresentou programas de tv e viu as suas canções serem interpretadas por nomes como Johnny Cash e Bruno Mars.

A morte de Mac Davis foi anunciada pelo seu manager de longa data, Jim Morey: “Mac Davis tem sido meu cliente há mais de 40 anos e, mais importante ainda, o meu melhor amigo. Era uma lenda musical, mas o seu trabalho mais importante era o de marido, pai, avô e amigo amoroso. Vou ter saudades de rir das nossas muitas aventuras na estrada e do seu perspicaz sentido de humor“.

Nascido em Lubbock, Texas, Davis apareceu na indústria musical depois de se ter mudado para Atlanta e conseguido um emprego na empresa de Nancy Sinatra, a Boots Enterprises, Inc. Através de Sinatra, Davis ligou-se a Elvis Presley, que gravou várias canções de Davis, incluindo “Memories”, “In the Ghetto”, “Don’t Cry Daddy” e “A Little Less Conversation”. Ao longo dos anos, as canções de Davis foram também gravadas por Kenny Rogers, Dolly Parton, Glen Campbell, Tom Jones, Johnny Cash e até Bruno Mars.

Davis acabou por encontrar o seu próprio sucesso como artista a solo, conseguindo um nº 1 em 1972 com “Baby Don’t Get Hooked on Me”. Após vários êxitos no Top 30, bem como o prémio para a Academia de Música Country em 1974, Davis transformou a sua fama musical em trabalho televisivo e cinematográfico.

Entre 1974 e 1976, Davis apresentou, na NBC, The Mac Davis Show, um programa semanal de variedades e, em 1979, participou, ao lado de Nick Nolte, no filme “North Dallas Forty”.

Nos seus últimos anos, Davis voltou a desempenhar papéis de voz no King Of The Hill (como Sheriff Buford e Sports Jock) e no programa de televisão infantil Oswald (como Barber Bingo). O seu último papel no pequeno ecrã foi na antologia de Dolly Parton, de 2019, na Netflix, “Dolly Parton’s Heartstrings”.

Mac Davis morreu aos 78 anos devido a complicações após uma cirurgia cardíaca.