RIP Toots Hibbert

RIP Toots Hibbert

Redacção

Toots Hibbert, fundador dos Toots And The Maytals e um dos pais do reggae, morreu sexta-feira, dia 11 Setembro, em Kingston, Jamaica. Tinha 77 anos.

Com os Toots And The Maytals, Toots Hibbert estabeleceu-se como um líder no desenvolvimento do som do reggae em meados da década de 1960, sendo mesmo considerado por muitos o pai do reggae.

Hibbert formou os Maytals como um trio com Nathaniel “Jerry” Mathiasin e Henry “Raleigh” Gordon em Kingston, em 1962. O grupo estreou-se com “The Sensational Maytals”, em 1965, encontrando rapidamente popularidade na Jamaica, ganhando o Prémio Nacional da Canção daquele país, em 1966, com a canção de Hibbert “Bam Bam”.

À medida que o grupo se expandia, repetiram o feito em 1969 com “Sweet and Dandy” e novamente em 1972 com “Pomps & Pride”, ambos temas escritos por Hibbert. Em 1972, “Sweet and Dandy” e “Pressure Drop” apareceram na banda sonora do filme criminal de Kingston “The Harder They Come”, o que ajudou a dar a conhecer o reggae ao público americano.

Em 1966, pouco tempo depois de ganhar o Prémio Nacional da Canção, Hibbert foi condenado a 18 meses de prisão sob a acusação de posse de marijuana, que diz ter sido inventada por autoridades corruptas. A experiência inspirou-o a escrever “54-46 Was My Number”, que se tornou uma das canções mais conhecidas dos Maytals após o seu lançamento em 1973.

Os Maytals lançaram o seu terceiro álbum, “Funky Kingston”, em 1972, na Island Imprint Dragon Records, que ajudou o disco a atravessar para o Reino Unido. Em 1975, outra versão desse disco foi lançada nos Estados Unidos, com canções de “In the Dark” e apenas três das faixas originais do álbum. A versão americana ajudou a cimentar a popularidade da banda nos Estados Unidos, tanto que a seguir faria uma digressão com os The Who, Linda Ronstadt, Jackson Browne e os Eagles.

Hibbert continuou a lançar música durante os anos 80 e 90, tanto a solo como com os Maytals, ainda a tempo de ganhar um Grammy de Melhor Álbum de Reggae de 2004.

Em Agosto, Hibbert foi hospitalizado numa unidade de cuidados intensivos numa instalação privada em Kingston, onde foi testado para a Covid-19. A 2 de Setembro, o estado de Hibbert tinha piorado, tendo ficado em coma induzido até à última sexta-feira, dia 11, dia que não resistiu e morreu.

Toots Hibber tinha 77 anos e deixa pilhas de canções e uma discografia riquíssima. Fica aqui “54-46 Was My Number”, que se tornou uma das canções mais conhecidas dos Toots And The Maytals:

EGITANA