dbx PMC Personal Monitor Controller e TR1616 BLU link I/O

Timóteo Azevedo

A Harman, através da sua marca dbx, anunciou na InfoComm 2012 em Las Vegas [EUA] o lançamento de duas novas opções para a monição de som – o dbx PMC Personal Monitor Controller e o dbx TR1616 BLU link I/O .

O dbx PMC Personal Monitor Controller é de uma unidade de controlo remoto para ser integrada num sistema digital de monição sonora. Permite um controlo personalizado de uma mistura até 16 canais de áudio digital, conectados através de uma ligação BLU link. O controlador permite definir de forma exacta o nível de cada canal, e incluí também ajustes de equalização (graves e agudos), panorâmica, abertura do estéreo e efeitos. Na secção de efeitos, podemos escolher entre algumas reverberações da Lexicon que vêm incluídas no dbx PMC.

“O nosso Personal Monitor Controller oferece aos artistas um controlo em tempo real sobre as suas misturas individuais, a partir da sua posição em palco,” afirmou Noel Larson, director de mercado para PA Portátil, Tour e Gravação.

Para além do controlo em tempo real, também existe a possibilidade de guardar até 16 pré-definições. Com um LCD brilhante para boa visualização sob condições de fraca iluminação, foi desenhado para ser rápido a configurar. No ecrã são mostradas as informações dos parâmetros a definir, configurados através de um potenciómetro imediatamente adjacente.

O dbx PMC funciona tanto com os tradicionais monitores de palco como com monitores pessoais, in-ears e auscultadores. Com a capacidade de instalar até 60 unidades numa rede, o controlador permite uma monição personalizada ao gosto de cada músico, desde uma pequena banda até uma orquestra completa. Uma possibilidade que ajuda a amenizar a relação por vezes tensa entre o técnico de monição e os músicos, permitindo que o primeiro se concentre na coesão do som em palco e os segundos oiçam aquilo que precisam, quando precisam.

“Quem já tocou ao vivo sabe-o, as nossas necessidades em palco estão sempre a mudar. Com o PMC, agora cada músico pode configurar a sua mistura exactamente como a quer – e quando te ouves melhor, tocas melhor,” acrescentou Noel Larson.

O controlador pode ser configurado para trabalhar com o conversor digital-analógico a 48kHz ou a 96kHz. Incluí também o limitador dbx PeakStop para prevenir a sobrecarga do sinal. A nível de conectores, para além das portas BLU link apresenta duas saídas jack (esquerdo e direito) e duas saídas XLR (esquerdo e direito). Uma porta mini-USB, DSC e Ethernet também estão instaladas para permitir actualizações de firmware do PMC.

Por seu lado, o dbx TR1616 BLU link I/O é de um módulo digital on rampo/off ramp de ligação por BLU link, e destina-se a construir redes de áudio digital. Sobre este equipamento, Noel Larson declarou “O novo TR1616 permite aos utilizadores criar um multipar ou rede digital com o tamanho que precisam com simplicidade plug-and-play. De forma fácil de usar e altamente flexível recorrendo ao barramento digital de áudio BLU link. Graças ao TR1616, os nossos clientes não voltarão a ter de continuar a comprar sistemas novos para substituir os velhos, já que este sistema expandirá com as suas necessidades.”

Apresenta 16 entradas e 16 saídas analógicas, com ligações híbridas XLR/TRS. A ligação BLU link é feita através de entradas e saídas de loop RJ-45 e portas de entrada e saída de multipar RJ-45, sendo possível sincronizar 60 unidades independentes.

O BLU link é um protoloco criado pela BSS (também pertencente ao grupo Harman) que permite a sincronização de vários equipamento de áudio digital. O protocolo apresenta uma arquitectura expansível até 256 canais a 48kHz ou 128 canais a 96kHz, controlados pelo software Harman HiQNet London Architect. A estrutura do BLU link é muito tolerante a falhas de transmissão, e apresenta uma latência ultra-baixa. O sinal do barramento é transportado através de cabos CAT5e, e combinado com a estrutura do BLU link permite ligações por cabo até 100 metros de distância sem grandes problemas.

Cada entrada analógica do TR1616 apresenta um pré-amplificador de microfone, um atenuador de 20dB, um filtro passa-alto, alimentação phantom +48V e selector de polaridade. Apresenta também indicadores de sinal e de pico, entre outros. Tal como o PMC, também incluí portas USB e Ethernet no painel traseiro, de forma a permitir futuras actualizações do firmware.

O TR1616 pode ser usado com mesas de mistura, mas onde parece prometer a solução mais interessante é usado com combinação com o PMC. Tanto o TR1616 BLU link I/O como o PMC pretendem ser as propostas da dbx para proporcionar aos seus utilizadores a construção de uma rede de áudio digital a preços mais acessíveis, seja em instalações permanentes em estúdios, para eventos ao vivo e para andar na estrada.

O lançamento do dbx TR1616 BLU link I/O e do dbx PMC estão anunciados para Setembro.

A marca dbx, juntamente com outras marcas da Harman, é distribuída pela CCP.

EGITANA