Quantcast


Laney Digbeth, A Arrasadora Nova Gama de Amplificação de Baixo

Laney Digbeth, A Arrasadora Nova Gama de Amplificação de Baixo

Nero

A Laney revelou uma nova gama de amplificadores e colunas de baixo. Não só novos, mas também de topo, os poderosos Digbeth são portáteis e versáteis, com FET comutável com pré-amp valvulado.

A nova gama de amplificadores de baixo Digbeth é composto por cabeços compactos de 200 watts e 500 watts com FET comutável e pré-amplificadores valvulados, para adicionar algum mojo analógico a esses graves. Aliás, esta gama oferece essa mesma arquitectura FET/válvula em forma de stompbox, com o pedal DB-Preamp, além do combo DB200-210 de 200 watts numa configuração 2×10″.

Concebido com a potência e a mobilidade em mente, o DB500H de 500 watts apresenta uma configuração de dois canais com um EQ de 3 bandas, curvas EQ de médios de pré-formaçãopredefinidas, mini-jack stereo e uma saída de afinador.

São muitas características para o espaço que ocupam – os cabeços Digbeth DB500H medem apenas 205mm x 420mm x 220mm – mas o painel de controlo está bem orientado, com os controlos de pré-amplificador FET/Válvula no lado esquerdo. Existe um controlo de volume para o ganho do pré-amplificador FET, mais o Tube Drive e o Tube Volume para o pré-amplificador accionado por válvula, e se puxares por este último controlo podes misturar as secções FET e Tube. Ambas as secções podem ser comutadas. Esta configuração também surge no mais compacto DB200H, mas o EQ de 3 bandas é substituído pela pré-selecção de médios e um único controlo de EQ.

Quanto às colunas, há três para escolher na série: a DBV810-4 de 8×10″, a DBV212-4 de 2×12″, e a DBV410 de 4×10″. Cada uma está equipada com os vintage drivers cerâmicos da série HH Black Label, com os formatos 4×10″ e 2×12″ equipados com um driver LaVoce Compression de 1″, para uma melhor resposta de frequências agudas.

Mais info na Laney.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA