Prophets Of Rage, “Façam Portugal Enraivecer Novamente!”

Prophets Of Rage, “Façam Portugal Enraivecer Novamente!”

2019-08-24, EDP Vilar de Mouros
Rodrigo Baptista
Luís Valadares / EDP Vilar de Mouros
9
  • 10
  • 7
  • 8
  • 9

Na última noite do EDP Vilar de Mouros 2019 voltou-se a levantar pó na estreia dos Prophets Of Rage em Portugal. O supergrupo apresentou uma setlist densa onde constavam temas de Rage Against The Machine, Public Enemy e Cypress Hill.

A estreia dos Prophets Of Rage em Portugal já era há muito esperada. Recordamos por exemplo que a última vez que os já extintos RATM se apresentaram por cá foi há cerca de 11 anos no Festival Optimus Alive, numa tour de reunião que voltava a juntar 3 dos elementos dos Prophets Of Rage (Tom Morello, Tim Cummerford e Brad Wilk) a Zack de la Rocha. O resto da banda é composta por elementos de grupos de hip hop “old school”, o rapper Chuck D e o DJ Lord dos Public Enemy e ainda o rapper B Real da banda Cypress Hill.

Na bagagem trouxeram o seu primeiro disco de estúdio homónimo, editado em 2017, no entanto não foi nele que se centrou a base do concerto, mas sim nos clássicos dos grupos acima referidos. Do álbum de estreia apenas se ouviram “Unfuck The World” e “Hail to the Chief”.

A abertura do concerto ficou a cargo da malha “Prophets Of Rage” dos Public Enemy. O tema que deu nome à banda encontra-se inserido no álbum “It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back”, lançado em 1988. Já o primeiros “cheirinho” dos RATM veio com ” Testify”, que colocou o público logo em alvoroço e a entoar cada palavra. A nuvem de poeira que se fez sentir na zona do moshpit ao longo de todo o concerto demonstrava uma ideia de simbiose entre público e banda.

Um dos destaques do concerto foi o medley de hip hop old school presenteado por Chuck D, B Real e DJ Lord. Ouviu-se “Can´t Truss It” dos Public Enemy e ainda “Insane in the Brain” e “Hand on the Pump” dos Cypress Hill. Já a caminhar para o fim do concerto, os ânimos acalmaram-se um pouco para receber um momento que se destacou no concerto pelo seu carácter emotivo, com apenas Tom Morello, Tim Cummerford e Brad Wilk em palco, os três partiram para uma cover instrumental de “Cochise” tema dos Audioslave, o supergrupo composto pelos três e ainda pelo vocalista Chris Cornell que morreu recentemente com apenas 52 anos. Morello ainda incentivou o público a cantar, mas ou por alguma timidez ou por não saberem a letra, sentiu-se um certo silêncio que pareceu bem aos ouvidos dos mais críticos.

Se há coisa pela qual Tom Morello é facilmente identificado é pelo seu som carregadinho de efeitos e pelas suas guitarras. É claro que não faltou na sua pedalboard o mítico pedal Digitech Whammy, tão característico nos solos dos grandes clássicos dos RATM. Quanto às guitarras, Morello usou e abusou da sua Custom “Arm The Homeless” Electric Guitar, recorreu também por diversas vezes à já reconhecida Fender American Telecaster Black “Sendero Luminoso” e ainda apresentou-se com uma guitarra que normalmente não associamos à sua silhueta, a Gibson EDS-1275 Double Neck.

Para a parte final do concerto ficaram reservadas as malhas que fizeram dos RATM uma das principais bandas do movimento metal alternativo dos anos 90 e possivelmente um dos pioneiros do chamado rap rock, as suas letras de carácter interventivo ainda hoje fazem sentido principalmente em países , como os EUA, que vive neste momento um regime politico algo opressivo. Não é por isso de estranhar que “Bullet In Your Head”, ” Bulls On Parade”, “Killing In The Name” e “Bombtrack” tenham sido das mais celebradas. No entanto, e apesar de Chuck D e B Real cumprirem com a sua função, não deixa de ser perceptível que existe ali algum vazio, as letras que em tempos foram a voz da revolta e da raiva são neste momento debitadas com alguma monocórdia e sem emoção. E Zack de la Rocha é essa voz que sente tudo o que escreve e diz e obviamente que não podemos ignorá-lo ao longo de todo o concerto.

SETLIST

  • Prophets Of Rage (Public Enemy)
    Testify (RATM)
    Unfuck The World
    Guerrila Radio (RATM)
    Made With Hate
    Know Your Enemy (RATM)
    Hail To The Chief
    Heart Afire
    Take The Power Back (RATM)
    Hand On The Pump/ Can´t Truss It/ Insane In The Brain/ Jump Around (Hip Hop Medley)
    Sleep Now In The Fire (RATM)
    Cochise (Audioslave)
    Bullet In The Head (RATM)
    How I Could Just Kill A Man (Cypress Hill)
    Bulls On Parade (RATM)
    Killing In The Name (RATM)
    Bombtrack (RATM)