Queres a “Black Strat” do David Gilmour em tua casa?

Queres a “Black Strat” do David Gilmour em tua casa?

António Maurício

Mais de 120 instrumentos de David Gilmour vão ser leiloados para fins solidários.

Uma das guitarras mais reconhecidas na cultura rock, a “Black Strat” de David Gilmour, vai ser vendida. Este lendário instrumento utilizado na gravação de “Dark Side of the Moon”, “Wish You Were Here”, “Animals” e “The Wall” dos Pink Floyd, será vendido em leilão (a previsão aponta para uma venda entre os $100,000 e $150,000), em conjunto com mais de 120 outros instrumentos do artista.

O leilão acontecerá na casa de leilões Christie, em Nova Iorque, no próximo dia 20 de Junho. Em comunicado de imprensa, o evento declara-se como «a maior e mais abrangente colecção de guitarras oferecida num leilão» e todos os lucros serão oferecidos a causas solidárias.

A história da “Black Strat” é extensa, influente e importante para a história da música. Aconselhamos a leitura do artigo “A Lendária Black Strat”, publicado em 2015.

Outros instrumentos destacados na “Coleção de Guitarras de David Gilmour” para venda incluem uma Stratocaster White de 1954 com o número de série #0001 (utilizada em “Another Brick in the Wall (Part 2)”) e uma Gretsch Penguin de 1958 – está prevista uma venda entre $100,000 e $150,000 para ambas. Outras vendas incluem a Strat Red de 1984 utilizada durante os anos 80 e 90 ($15,000 – $25,000), uma Martin D-35 de 1969 ($10,000 – $20,000) e uma Les Paul Goldtop de 1955 ($30,000 – $50,000). Além destas ofertas de alto calibre, também vão ser vendidas guitarras menos famosas com valores estimados de 300$.

Stratocaster White de 1954; Les Paul Goldtop de 1955; Gretsch White Penguin

A colecção vai ser primeiramente lançada na sala de Londres da Christie entre 27 e 31 de Março, em seguida, segue para Los Angeles, onde ficará exposta entre 7 e 11 de Maio e por último, instala-se em Nova Iorque entre 14 e 19 de Junho.

«Estas guitarras têm sido muito boas para mim, e muitas delas ofereceram-me pedaços de música ao longo dos anos» – afirma Gilmour em comunicado de imprensa. «Já se pagaram a si próprias inúmeras vezes, mas chegou a altura de seguirem em frente. As guitarras foram construídas para serem tocadas e desejo que, qualquer que seja a sua próxima paragem, continuem a oferecer aos donos o presente da música. Ao leiloar estas guitarras, espero conseguir fornecer ajuda nos locais onde realmente faz falta, através da minha fundação de caridade. Será doloroso ver as minhas guitarras partir e talvez um dia tenha que localizar uma ou outra e comprá-la de volta!»

Vê aqui o vídeo que promove o leilão, onde o guitarrista roda algumas dessas guitarras e a fala sobre elas e sobre a sua colecção.

Mais informações na página oficial da casa de leilões Christies.