Circuito Malmandado Apresenta “Mostra de Rig” [Vídeo]

Circuito Malmandado Apresenta “Mostra de Rig” [Vídeo]

Redacção

Circuito Malmandado é uma plataforma digital gratuita que pretende documentar os processos de criação e identificar os intervenientes da música independente em Portugal.

Como explica o comunicado de imprensa: «A ideia era antiga. Criar um circuito da música independente, documentar os processos de criação e identificar os seus intervenientes. Nasce, assim, o Circuito Malmandado, uma plataforma digital gratuita, elemento catalisador das várias respostas aos desafios de quem, com resiliência, trilha este caminho.»

Numa primeira série de 52 episódios, vão mostrar videoclips, live takes, entrevistas, mostras de Rig, studio tours, tour reports e documentários biográficos. O objetivo é claro. Financiar e impulsionar criações artísticas audiovisuais no âmbito da música independente nacional e dar a conhecer esses conteúdos à comunidade, captando novos públicos, ocupando novos espaços, sendo local de encontro.

Dentro da série “Mostra de Rig” podes ficar a conhecer o Rig de músicos como Rui Martelo, Paulo Rui, Vasco Reis ou os mais recentes vídeos adicionados no Youtube do projecto, com Rui Alexandre da Mosher e Ricardo Sampaio. A Mosher Clothing é um das marcas mais reconhecidas no underground português. Criada em 2014 é uma marca de roupa que também é um festival, uma editora e um canal do Youtube que explora o metal underground em Portugal. A chegar aos 40, Rui é diretor criativo numa agência de publicidade e ainda fundador de Terror Empire e Chaosaddiction. Ricardo Sampaio, Sam Paio, é músico e guitarrista da banda Madmess. É fã de Blues, Rock & Roll e Rock Progressivo, inspirado pelos grandes artistas das décadas de 60 e 70, influências que o levaram, aos 20, a Londres, onde se formou no BA de Popular Music Performance na reconhecida BIMM London. Regressa três anos mais tarde a Portugal, consolidando o seu trabalho como músico, individualmente e com a sua banda. Em Londres, com Madmess, gravaram um EP, “Debut”, e LP, “Rebirth”, nos lendários Skyhammer studio e Foel studios. Em 2020, a banda assinou com a Hassle Records e “Rebirth” tem lançamento previsto no próximo dia 10 de Dezembro em disco e em todas as plataformas digitais.

EGITANA

fender