Grândola: Encontro da Canção de Protesto apresenta 6 Espetáculos Musicais Inéditos

Grândola: Encontro da Canção de Protesto apresenta 6 Espetáculos Musicais Inéditos

Redacção
Inês Barrau

Grândola recebe entre os dias 10 e 12 de Setembro de 2021, uma nova edição do Encontro da Canção de Protesto.

O Encontro da Canção de Protesto apresenta um programa, composto por uma exposição produzida pelo Observatório da Canção de Protesto para o efeito, seis espectáculos musicais inéditos, três sessões testemunhais, uma de cinema documental cuja peça foi traduzida para o propósito, uma sessão de canto livre internacional e um colóquio, é dedicado ao hino “A Internacional” e às canções da Comuna de Paris bem como aos discos de José Afonso, José Mário Branco e Sérgio Godinho gravados em 1971 em Hérouville, no âmbito dos 150 e dos 50 anos que este ano se comemoram, respectivamente, sobre esses acontecimentos.

O espetáculo que marca o arranque do Encontro da Canção de Protesto, no dia 10 às 18h30 no Jardim 1º de maio é protagonizado pelo Coro da Casa da Achada — Centro Mário Dionísio intitulado Se toda a gente se juntar: textos e canções da Comuna de Paris.

Às 21h, no recinto do complexo desportivo municipal José Afonso, Sérgio Godinho, cantor, compositor, escritor, actor de teatro e cinema, irá proporcionar uma viagem musical pela sua profusa carreira, com a recriação de algumas canções que marcaram os discos Os sobreviventes e Pré-Histórias — gravados em 1971 e 1972, respectivamente, em França – e a interpretação de outras, mais ou menos recentes, poeticamente associadas ao conceito de exílio, no âmbito das comemorações dos 50 anos sobre a publicação do disco Romance de um dia na estrada e a gravação do disco Os sobreviventes.

Às 23h, no Jardim 1.º de Maio, Portugal acolhe, pela primeira vez, um espectáculo musical protagonizado por Grace Petrie with Bem Moss, cantora folk, compositora e ativista de Leicester, Reino Unido, que tem escrito, gravado e feito digressões de modo incessante durante os últimos dez anos.

Sábado, dia 11 de Setembro, durante a noite, no recinto do Complexo Desportivo Municipal José Afonso,  recebe às 21h, a apresentação de um espectáculo poético e musical inédito intitulado Sessão de Canto Livre Sem Muros nem Ameias, com as actuações de Bernardo Fuster (canta Pedro Faura), Carlos Alberto Moniz, José Fanha, Luis Pastor, Paco Ibañez, Quico Pi de La Serra e Samuel Quedas.

Domingo, dia 12 de Setembro, às 16h, no jardim 1.º de maio, a banda portuguesa El Sur apresenta um espectáculo musical baseado no seu disco Todas as sombras, que explora territórios artísticos e humanos da América do Sul – as lutas dos povos, os seus sonhos interrompidos, o amor à vida —, bem como os tempos que vivemos e os territórios que nos habitam, enfrentando sombras antigas como os fascismos, os colonialismos, a exploração, o racismo e a desumanidade.

O Encontro da Canção de Protesto de 2021 encerra no dia 12 às 18h no recinto do Complexo desportivo Municipal José Afonso com um espectáculo dedicado ao disco Cantigas do Maio, interpretado por Francisco Fanhais, João Afonso e a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense. Rui Pato será o convidado especial.

A entrada em todas as iniciativas é gratuita mediante reserva antecipada de lugar através do número 269 448 246 / 032 e sujeita à lotação dos espaços.

EGITANA