Guitar Center em São Francisco Pilhado

Guitar Center em São Francisco Pilhado

Redacção

No passado fim-de-semana, uma onda de destruição e pilhagens alastrou pelas zonas comerciais de Emeryville (Silicon Valley) e o Guitar Center local foi assaltado e vandalizado.

Há já alguns dias que grassa a destruição e o caos em vários locais dos Estados Unidos da América. Escondidos atrás dos que sofrem com a mortal brutal de George Floyd às mãos da polícia e dos que protestam pacificamente em defesa dos direitos humanos, muitos têm usado a violência e espalhado o terror através de motins que não deixam nada, nem ninguém incólume. A própria família de George Floyd já apelou à ordem civil, pela voz do seu irmão, mas vários estados estão a ser forçados a estabelecer regras marciais, como o recolher obrigatório.

A morte de Floyd chocou o mundo inteiro e tem sido condenada por muitos, incluindo vários oficiais das forças policiais, mas os confrontos entre protestantes e a polícia continuam numa espiral de agressividade. De Washington a Los Angeles, de Las Vegas a Seattle e São Francisco, proliferam imagens de carros da polícia em chamas, de confrontos físicos e de pilhagem a várias lojas.

Neste passado fim-de-semana, em Emeryville, cidade situada na área de São Francisco e do Silicon Valley, dezenas de saqueadores invadiram o espaço da cadeia Best Buy, roubando todo o tipo de electrodomésticos. Depois percorreram o Powell Street Center assaltando os espaços da Ross, Men’s Wearhouse, Chase bank, Metro PCS e Starbucks. As pilhagens continuaram até à chegada das forças policiais e nem o Guitar Center local escapou, como atestam as imagens…