Harpa Laser portuguesa

Harpa Laser portuguesa

Redacção

A Harpa Laser é uma instalação visual e sonora de grande impacto que foi criada no âmbito da iniciativa Laborátórios de Verão do GNRation, um espaço dedicado à criação, produção e consumo de actividades artísticas e criativas, localizado em pleno coração de Braga.

A iniciativa incentivou a criação de conteúdo artístico para ser apresentada durante o evento Noite Branca Braga.

Foi neste contexto que Nuno Santos e Rui Antunes identificaram uma oportunidade de dar a conhecer o motor de síntese digital que tinham vindo a desenvolver. Nuno Santos, engenheiro de software e fundador da Imaginando. Rui Antunes é engenheiro de som e fundador da Analog Repair, um oficina dedicada à reparação de sintetizadores analógicos e equipamento audio, em Lisboa. A Imaginando é uma startup de tecnologia com sede em Braga focada na criação de ferramentas inovadoras, instrumentos e tecnologias para músicos.

Inspirados pelo conceito de Harpa Laser usado por Jean Michell Jarre em palco, seguiram uma abordagem mais tradicional, mantendo a estrutura da harpa através de uma visão mais minimalista e imponente.

As linhas curvas foram substituídas por linhas bem definidas, a madeira foi substituída por ferro e as cordas por lasers. O resultado é um imponente objecto de 2.3 metros de altura que não deixa ninguém indiferente. A Harpa Laser é por si só um instrumento. Ao interagir com os lasers, som é gerado e enviado para a saida de audio.

Esta instalação esteve exposta na Noite Branca Braga, evento realizado no passado dia 12 de Setembro de 2015.

Para saber mais sobre este projecto acede aqui.

Carrega na foto em baixo para visualizares a galeria.

EGITANA

fender