R.I.P Joey Jordison, As Reacções do Mundo da Música

R.I.P Joey Jordison, As Reacções do Mundo da Música

Redacção

Joey Jordison, para muitos um dos melhores bateristas dentro das sonoridades mais extremas, faleceu no dia 26 de Julho.

Em comunicado, a família de Joey esclarece que o músico faleceu pacificamente enquanto dormia. Tinha 46 anos.

Nathan Jonas Jordison nasceu em Des Moines, no Iowa, a 26 de Abril de 1975. Tocou em vários projectos até que fundou os The Pale Ones, que mais tarde deram origem aos Slikpnot, tendo gravado os primeiros e fulcrais álbuns, principalmente na estreia homónima, de 1999, e em “Iowa”, de 2001. Em 2013 separa-se da banda, sem nunca ter sido confirmada pelos Slipknot a razão para a sua substituição. Mais tarde, o músico norte-americano tornou público um diagnóstico de mielite transversa, doença neurológica que lhe limitava a capacidade de tocar bateria e que, segundo ele, terá sida essa razão para a sua saída.

Fez ainda parte dos Murderdolls, onde tocava guitarra, The Rejects, Scar the Martyr, Vimic e atualmente integrava o projecto Sinsaenum, tendo sido com eles o último álbum que gravou, “Repulsion for Humanity”, editado em 2018.

São vários os colegas e amigos de profissão que já reagiram a esta morte prematura.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Scott Ian (@scottianthrax)

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por robbflynn (@robbflynn)

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Serj Tankian (@serjtankian)

EGITANA