RIP Martin Birch

RIP Martin Birch

Redacção

Martin Birch morreu aos 71 anos de idade. O produtor britânico ficou conhecido por assinar trabalhos dos Iron Maiden, Deep Purple, Whitesnake, Fleetwood Mac e Black Sabbath.

O produtor Martin Birch deixa um legado incrível. Produziu vários álbuns dos Iron Maiden, com enorme sucesso, entre os “Killer’s”, de 1981, e “Fear Of The Dark”, de 1992, após o que se retirou da indústria musical. Mas o seu legado como produtor e engenheiro de som não se fica por aqui, já que deixou uma enorme marca na história da música rock.

O seu primeiro trabalho com os Fleetwood Mac foi como engenheiro no álbum de 1969 “Then Play On With Peter Green”, tendo também assinado os álbuns dos Deep Purple entre 1969 e 1975, os seis primeiros discos dos Whitesnake e os dois primeiros álbuns dos Black Sabbath, “Heaven And Hell”, de 1980, o primeiro álbum no qual Ronnie James Dio substituiu Ozzy Osbourne na voz, e “Mob Rules”, de 1981.

A notícia da morte de Martin Birch foi dada David Coverdale, dos Whitnsnake, realçando que apesar do seu incrível sucesso, Birch permaneceu humilde acerca das suas capacidades. «Não me considero um super-técnico», disse à revista France’s Best em 1983.

«O que faço é para mim bastante simples, mas o facto de estar habituado às bandas com quem trabalhei ajuda-me a saber instantaneamente o que eles querem, ou mesmo o que podem alcançar, mesmo que eles próprios não se apercebam claramente. Ou talvez as bandas confiem em mim durante longos períodos de tempo só porque me acham uma pessoa particularmente simpática».