Sabotage Club: Vê aqui a programação de Janeiro 2020

Sabotage Club: Vê aqui a programação de Janeiro 2020

António Maurício
Rafael Gonçalves

Ano Novo, Concertos Novos na casa nocturna do Caís do Sodré. O Sabotage Club regressa em 2020 com espectáculos de El Señor, O Manipulador, Club Makumba ou FAVX. Consulta aqui a programação completa para o mês de Janeiro.

Apesar da notícia sobre o encerramento do Sabotage Club, em Setembro de 2019 (lê aqui a notícia), a casa nocturna continua em pé e entra em 2020 com mais uma agenda carregada de performances nacionais e internacionais. El Señor, O Manipulador, Club Makumba ou FAVX são alguns dos destaques. Apoia as casas nacionais e dá um saltinho até ao Sabotage no mês de Janeiro!

Consulta os destaques e a programação completa abaixo.

6º ANIVERSÁRIO POINTLIST COM EL SEÑOR + NIKI MOSS + HAUSE PLANTS
11 JANEIRO / 22H30

Os El Señor estrearam-se em 2017 com “Alvorada Beat”, um EP expresso mas eficaz de “rock n’ roll despretensioso” e despenteado. Há ócio e cheiro a mar, mas há mais inquietações e gritos ao aborrecimento e ao desprazer, ao tédio dos lugares em que se demoram e dos quais querem sair. Entre o garage, o pop e o surf, percorreram o país e marcaram presença em festivais como Vodafone Mexefest, Party Sleep Repeat, Mucho Flow, Black Bass ou Gliding Barnacles. Após curta pausa para pensar na vida, regressam renovados em 2019 com um line up alterado e preparados para por de lado o som fofinho que os trouxe até às luzes da ribalta. “Suburbs of Joy” é o primeiro longa duração dos El Señor e representa o crescimento da banda ao apresentar um som mais maduro e pensado. A bateria que marca o ritmo hipnotizante é acompanhada de linhas de baixo que se recusam a ficar em segundo plano, de guitarras explosivas e cortantes, e de vozes rebeldes e fortes. É evidente a mudança de rumo desde o primeiro registo, sendo este álbum mais sujo e certo de si mesmo, ao mesmo tempo que a banda consolida o som que tem andado a criar.

Niki Moss é o alter-ego de Miguel Vilhena, músico multi-instrumentista, fundador da editora Pontiaq, vocalista da banda Savanna, e produtor de um punhado de bandas portuguesas (Pista, Ditch Days, Marvel Lima, Flying Cages, George Marvinson, etc). A partir de agora poderemos conhecer também o seu trabalho individual. Niki Moss dá-nos a conhecer a sua colecção de trabalhos compostos,produzidos, gravados e misturados exclusivamente pela sua mão com o seu primeiro álbum, “Gooey”.

Na rotina do quotidiano, sonhar acordado pode impedir-nos de desvanecer. Para Guilherme Correia, que compõe, produz e grava a partir do seu quarto sob o nome de Hause Plants, esses sonhos chegam na forma de canções. Perdidas entre a vida urbana das saídas à noite, em dúvidas existenciais típicas da pós adolescência e em temas como a ansiedade social, as canções de Hause Plants são bedroom pop na sua essência, mas existem para serem ouvidas e tocadas ao vivo, juntando a urgência e a vitalidade do post-punk dos anos 80 com as paisagens etéreas do dream pop e do shoegaze. Em palco, Hause Plants, ou Guilherme Correia (Ditch Days/Huggs) apresenta-se na forma de trio, com Nobita (Drunkyard) no baixo e Jantónio Nunes da Silva (Huggs) na bateria.

O MANIPULADOR + CONFERÊNCIA INFERNO
17 JANEIRO / 22H30

O Manipulador é a one-man-band de Manuel Molarinho, influenciada por bandas de rock alternativo e ética DIY, que encontra inspiração em paisagens industrias abandonadas, nos ritmos e melodias das conversas ena experimentação. A originalidade de O Manipulador tem passado pela criação de peças e canções somente através do uso do baixo, pedais, loop station e voz, dando ao baixo o papel principal de instrumento de percussão, textural e melódico. “Doppler” é o 4º registo de O Manipulador (depois de “Boxing”, “Chess” e “Lop”). Com o selo da editora portuense Saliva Diva, representa o culminar do trabalho de investigação e experimentação da utilização do baixo eléctrico como instrumento total. É um álbum sobre percepção e sobre o efeito do tempo e distância na mesma. Um conjunto de 9 temas compostos ao longo da década, marcadamente autobiográficos e reflexivos, que são um ponto de chegada desta fase artística do músico,apresentando características menos ensaísticas e mais preocupadas como resultado final das canções.

CLUB MAKUMBA
18 JANEIRO / 22H30

João Doce conheceu Tó Trips em 2004, na tour da banda Wraygunn. Logo ali nasceu uma forte amizade e, mais tarde, surgiu também a ideia de fazerem alguma coisa juntos. O plano inicial era simples: Tó Trips na guitarra e João Doce na percussão. O EP “Sumba”, gravado e masterizado por Eduardo Vinhas no Golden Poney Studios, nasceu dessa necessidade criativa de dois músicos. É um exercício livre, espontâneo, experimental e tribalista. E esse caminho continua a ser feito, agora com Club Makumba. De forma a aumentar a palete de cores e ambientes, Gonçalo Prazeres, saxofone, e Gonçalo Leonardo, contrabaixo, juntam se à banda de Tó Trips e João Doce. Club Makumba tem influências de música mediterrânica, numa geografia primitiva sem qualquer preconceito no que diz respeito a raízes e fronteiras.

FAVX + PLEENS
24 JANEIRO / 22H30

Favx é uma banda oriunda da crescente cena de Madrid, e soa a algo entre Noise, Punk, Post Hardcore, Grunge ou até mesmo Pop. Desde 2016 e em quase 200 concertos, percorreram Espanha, Europa e USA, partilhando palco com bandas como Girl Band, It It Anita ou Mourn. O seu primeiro EP “Welfare”, editado pela Burger Records e pela Miel de Moscas, em Janeiro de 2018, foi incluído nas playlists e tabelas de Brooklyn Vegan, Spotify ou Je Ne Sais Pop. Destaca-se a mais recente digressão com cerca 30 datas pelos EUA.

Pleens nasce do cansaço vital e da necessidade de escapar de uma geração imersa na internet e nas redes sociais. Com uma vida tão nítida quanto envolvente, este power trio de Madrid já encheu várias salas da Península, agradando tanto os que vêm do punk mais cru como os fiéis seguidores do shoegaze ou new age.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

02 JAN | quinta-feira | 22h30 | Clubbing
DJ: Nuno Rabino

03 JAN | sexta-feira | 22:30h | CONCERTO + Clubbing
NOVES FORA NADA + DANIEL CATARINO
DJs: Le Cirque Du Freak

04 JAN | sábado | 23h00 | Clubbing
Chills & Fever com A Boy Named Sue + Nuno Rabino

09 JAN | quinta-feira | 23h00 | Clubbing
DJ: Nuno Rabino

10 JAN | sexta-feira | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
STONES OF BABYLON + VIRCATOR
DJ: Mau Mau Rabino

11 JAN | sábado | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
ANIVERSÁRIO POINTLIST: El Señor + Niki Moss + Hause Plants
Pointlist DJ set

16 JAN | quinta-feira | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
SUMMER OF HATE + ROD KRIEGER (BR)
DJ: Lena Huracán

17 JAN | sexta-feira | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
O MANIPULADOR + CONFERÊNCIA INFERNO
SBSR DJs

18 JAN | sábado | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
CLUB MAKUMBA
DJ: Nuno Rabino

23 JAN | quinta-feira | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
GYPOS + BLACK MOSS
DJ: Nuno Rabino

24 JAN | sexta-feira | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
FAVX (ESP) + PLEENS (ESP)
DJ: El Fuser

25 DEZ | sábado | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
W:O:A METAL BATTLE PORTUGAL 2020
DJ: Kaleidoscope

30 JAN | quinta-feira | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
PISTA + ALGUMA CENA
DJ: Nuno Rabino

31 JAN | sexta-feira | 22h30 | CONCERTO + Clubbing
HEAVY CROSS OF FLOWERS + SUN MAMMUTH
DJ: Nuno Rabino