8

Death From Above 1979

The Physical World

Warner Music, 2014-09-09

EM LOOP
  • Right On, Frankenstein
  • Always On
  • Nothing Left
Hugo Tomé

Há aparências que nunca enganam. Há evidências que nunca tramam. Na permanente e intransigente deliberação da vontade e juízo populares, uma dezena de anos são mais do que suficientes para mudar qualquer tipo de fulano e beltrano, os Death From Above 1979 não.

Mais indie, mais noise. Mais stoner, mais dance e algum punk.

A dupla Jesse Keeler e Sebastien Grainger retomou a parceria criativa exactamente onde a terminara, “You’re a Woman, You’re a Machine” (deixando de lado os consequentes EPs). Na prática, isto é tão simples como dizer, voltam a aplicar mais indie, mais noise. Mais stoner, mais dance e algum punk. “The Physical World” reutiliza os mesmos materiais e apetrechos que tanto exibem uma armação de enorme barulho e ruído, como uma configuração de larga toada e ritmo. Nem tudo bruto, nem tudo fino. Apenas o meio-termo entre uma estética trivial e um alto gabarito. E ao passo que os Death From Above 1979 retornam frescos, sólidos e autênticos, “The Physical World”, na pior das hipóteses, é tão-somente mais um agradável e apetecível registo.

Poucos, mas bons.