6

White Lies

Friends

PIAS Ibero América, 2016-10-07

EM LOOP
  • Hold Back Your Love
  • Don’t Want To Feel It All
  • Summer Didn’t Change A Thing
Hugo Tomé

Diz-se que a amizade, assuma-se, a sincera e verdadeira, dura para sempre. Seja mais distante, ou mais próxima, uma amizade honesta e autêntica não se esquece, nem desaparece. Ao invés, esta imortaliza pessoas, lugares e momentos. Como os White Lies imortalizam post-punk, new wave e anos 80. Como “Friends” se mantém devoto a um modelo, um conceito e um estilo.

Como principal vantagem, Friends é talvez o mais «leve e solto» dos quatro registos da banda

Partindo desse princípio, a linha de “Friends” baseia-se na génese de sempre dos White Lies, isto é, coros, guitarras, sintetizações e batidas envolvidas em crescentes toadas e melodias. Como principal diferença, “Friends” é ligeiramente menos marcado pelo tom “grave” e “sério” da voz de Harry McVeigh. Como principal vantagem, “Friends” é talvez o mais “leve” e “solto” dos quatro registos.

E os White Lies continuam virados para o passado. De lá vem mais um disco. De lá vêm os melhores “amigos”.