5 novos vídeos!

5 novos vídeos!

Nuno Ribeiro

1. Smashing Pumpkins – “Drum + Fife”
“Drum + Fife” retirada do recente álbum “Monuments to an Elegy”, é dedicada por Billy Corgan aos soldados que sofrem de Perturbação de Stress Pós-Traumático (PSPT).

O vídeo retrata crianças a brincar com um bombo e fisgas, num deserto típico do médio oriente, acabando por se depararem com um campo de minas e um cenário de explosões como se estivessem de baixo de fogo. Billy disse que queria criar um video que representasse o que os soldados retornados da guerra, passam com a PSPT, «sinto que os realizadores capturaram com prudência. Não podia estar mais orgulhoso da mensagem que estamos a enviar, que nos importamos com o que estão lá fora a sofrer», afirmou o vocalista.

2. Brandon Flowers – “Can’t Deny My Love”
“Can’t Deny My Love” é o single do próximo álbum “The Desired Effect”, do projeto solo de Brandon Flowers, frontman dos The Killers.

Inspirado no conto de Nathaniel Hawthorne, “Young Goodman Brown”, o vídeo passasse numa aldeia puritana, onde Brandon se depara com um ritual obscuro, envolvendo a sua amada, enquanto canta versos como, “What’s going on in your head now? / Was it something I said? / I know that you’ve been living in the past… / It’s driving me crazy, and you can try to lie“. A fita cor de rosa parece ter um significado importante no conto de Hawthorne.

3. A Place To Bury Strangers – “What We Don’t See”
O vídeo de “What We Don´t See” capta literalmente o que não é visto enquanto se está a tocar. Realizado por Jimmy Fusil, o vídeo é composto por close-ups de objectos, partes de instrumentos musicais e amplificadores a reagirem à intensidade da música da banda de noise rock. “What We Don´t See” é retirada do recente álbum “Transfixiation”, lançado em Fevereiro, pela editora Dead Oceans.

4. Death Grips – “I Break Mirrors With My Face in The United States”
Saída de “Jenny Death”, segundo disco do recente álbum duplo “The Powers That B”, a música é um enfurecido noise rap. E o vídeo é literalmente dois planos de câmaras amarradas, uma em uma das mãos dos baterista enquanto este toca, e outra num dos braços do MC Ride. As câmaras captam aleatoriamente segundo os movimentos de ambos, encaixando na sonoridade frenética da música.

5. H. Hawkline – “Spooky Dog”
Single de apresentação do novo álbum “In The Pink Of Condition”, lançado em Fevereiro, o vídeo de “Spooky Dog” é uma transcrição da letra da música através de recortes à Pop Art e imagens do músico inglês, realizada de forma cómica. Realizado por Casey Reymond e pelo próprio músico, haverá quem estranhe ao início, mas não demorará a entranhar-se e a começares a divertir-te.

EGITANA