O dia que Hendrix dinamitou o hino

O dia que Hendrix dinamitou o hino

Nero

Jimi Hendrix encerrou o Woodstock, durante a actuação surgiu a explosiva versão do hino norte-americano.

Em 1969, Hendrix era o artista mais bem pago do rock. Para tocar no Woodstock aceitou baixar o seu cachet mas, ainda assim, foi o artista que recebeu mais dinheiro para estar presente na pequena localidade de Bethel, no estado de Nova Iorque.

O mago das seis cordas era avesso a tocar para grandes públicos, o Woodstock, no máximo da sua lotação atingiu os 400,000 visitantes, numa média de 200,000 pessoas a assistir aos concertos que começaram no dia 15 de Agosto. O músico decidiu abdicar do horário que lhe haviam escolhido no cartaz, à meia-noite, e aguardar que o recinto fosse “esvaziando”.

O guitarrista interpretou  “Star Spangled Banner”, numa versão carregada de feedback, com abuso da alavanca de vibrato, distorção e sustain, para procurar evocar ataques aéreos e as explosões dos bombardeamentos de napalm no Vietname

Assim, pelas 08h00 da manhã de 18 de Agosto, de 1969, também uma segunda-feira, Jimi Hendrix subiu a palco para encerrar aquele que é, para muitos, o maior festival de música da história. Já “poucos” festivaleiros resistiam e, dos 400,000, restavam cerca de 40,000. Perto do final da sua setlist, Hendrix criou um dos momentos mais lendários na história da guitarra eléctrica, do rock, da música e mesmo da política. O guitarrista interpretou o hino nacional norte-americano, o “Star Spangled Banner”, numa versão carregada de feedback, com abuso da alavanca de vibrato, distorção e sustain, para procurar evocar ataques aéreos e as explosões dos bombardeamentos de napalm, numa alusão ao conflito no Vietname.

Diz-se que Hendrix estava há mais de três dias sem dormir… No final da sua actuação, que muitos consideraram como um protesto político e se tornou iconográfica e inigualável, possivelmente, o momento mais alto na história da guitarra, o guitarrista teve um colapso e caiu exausto.

A setlist foi a seguinte:

Message of Love
Hear My Train a Comin’
Spanish Castle Magic
Red House
Mastermind (cover de Larry Lee)
Lover Man
Foxy Lady
Beginnings
Izabella
Gypsy Woman / Aware of Love (cover de The Impressions)
Fire
Voodoo Child (Slight Return)
Stepping Stone
The Star-Spangled Banner
Purple Haze
Woodstock Improvisation
Villanova Junction

Encore:
Hey Joe (cover de The Leaves)