Jimi Hendrix, Fender Custom Shop Clona Izabella

Jimi Hendrix, Fender Custom Shop Clona Izabella

Nero
Alan Koss

A Fender Custom Shop recriou a “Izabella”. A Limited Edition Jimi Hendrix Stratocaster é uma homenagem à guitarra que Hendrix usou no Woodstock, em 1969, para dinamitar o hino norte-americano.

No dia 16 de Agosto, a Fender Musical Instruments Corporation (FMIC) anunciou a sua mais recente criação: a Limited Edition Jimi Hendrix  Stratocaster. A guitarra presta homenagem a Jimi Hendrix na altura em que se celebra o 50º aniversário da primeira e histórica edição do festival Woodstock, ocasião em que Hendrix ofereceu ao mundo um dos mais memoráveis concertos de sempre. Limitada a 250 instrumentos, a “Izabella” Stratocaster celebra um dos momentos mais significativos na história da música popular.

Com o passar dos anos, Jimi Hendrix tornou-se um fã acérrimo da Stratocaster. O marcante design da Fender tornou-se o preferido do mago das seis cordas. Das muitas Stratocasters que ele usou, talvez a “Izabella” seja a mais imediatamente reconhecível, graças à sua interpretação de “Star Spangled Banner” no Woodstock, no dia 18 de Agosto de 1969.

Já “poucos” festivaleiros resistiam e, dos 400,000, restavam cerca de 40,000. Perto do final da sua setlist, Hendrix criou um dos momentos mais lendários na história da guitarra eléctrica, do rock, da música e mesmo da política. O guitarrista interpretou o hino nacional norte-americano, o “Star Spangled Banner”, numa versão carregada de feedback, com abuso da alavanca de vibrato, distorção e sustain, para procurar evocar ataques aéreos e as explosões dos bombardeamentos de napalm,numa alusão ao conflito no Vietname. Diz-se que Hendrix estava há mais de três dias sem dormir… No final da sua actuação, que muitos consideraram como um protesto político e se tornou iconográfica e inigualável, possivelmente, o momento mais alto na história da guitarra, o guitarrista teve um colapso e caiu exausto.

A guitarra que usou, alcunhada de “Izabella”, foi originalmente comprada na Mannys Music, loja na West 48th St., em Nova Iorque. Era um modelo 1968 Olympic White com corpo em alder e um braço em duas peças de maple, sem “skunk stripe” e com o ajuste do truss rod adjustment no heel. O neck plate “F style” ostentava o número de série 240981, padrão nos modelos de ’68, tal como o seu hardware e pickups. A guitarra possuía o cabeçorro da era CBS que, invertido nas suas mãos, se tornou um ícone por si só. A Izabella foi a última guitarra com que Hendrix tocou na sua banda original, Jimi Hendrix Experience e a última guitarra que ele usou em concertos. Está em exposição no MoPOP, em Seattle.

A Fender Custom Shop Limited Edition Jimi Hendrix Stratocaster é uma reconstrução meticulosa do modelo original. Infelizmente, essa obsessão na sua reconstrução, bem com a autorização do fundo Authentic Hendrix, tornam-na num objecto de luxo, com um preço de €7,549.00. Mas é certo que possui todos os detalhes e características que se vêem e ouvem no concerto em Woodstock.

Este modelo possui um corpo em alder, com acabamento Olympic White e um pickguard de três folhas de Parchment. O braço tem um corte flatsawn e perfil “60s C” com escala em maple de 21 trastes tipo vintage. Ponte tremolo sincronizada com 6 saddles American Vintage; três pickups single-coil ’69 Strat e um switch de três posições, além dos controlos Master Volume, Tone 1 (pickup braço) e Tone 2 (pickup meio). Hardware no estilo vintage nickel/chrome Closet Classic. Cada Fender Custom Shop Limited Edition Jimi Hendrix Stratocaster faz-se acompanhar de uma case rígida luxuosa, com vários acessórios personalizados e Certificado de Autenticidade.