Galgo, as Três Leis de Newton

Galgo, as Três Leis de Newton

2015-07-09, Passeio Marítimo de Algés
Nero
8
  • 9
  • 7
  • 9

Os Galgo “abriram” o Alive e elevaram imediatamente os padrões de exigência para o resto do dia. Os jovens músicos deram-nos uma lição de dinâmica.

Dinâmica é o termo grego para força e que motivou Newton a desenvolver as suas três leis do movimento dos corpos. Com maior ou menor precisão académica, vejamos. A primeira lei é a que fala sobre o estado de repouso ou do movimento uniforme de um corpo, a não ser que algo o modifique. O Alexandre Sousa, o João Figueiras, o Miguel Figueiredo e a Joana “Bonham” Batista foram os agentes que compeliram o corpo a mover com uma zelosa observância da primeira lei. Os Galgo mostraram-se capazes de criar avenidas de pouco ou nenhum atrito na sua actuação e mostraram enorme fluidez em todos os temas.

©Arlindo Camacho/NOS ALIVE 2015

Com menos atrito, o som viajou imponente, de acordo com a segunda lei, que foi executada também com mestria. A banda soube sempre determinar a quantidade de movimento na variação do tempo através de destreza na aplicação da soma de forças de cada um dos músicos nos temas e chegar à mais famosa terceira lei. O Princípio da Acção e Reacção.

©Arlindo Camacho/NOS ALIVE 2015

A força do som e a opção da banda no pouco processamento, levou-lhes de volta definição, pujança eléctrica e groove, que foi aumentando a confiança e fazendo a dinâmica crescer. O som estava com um bonito tamanho, naturalmente fornecido pelo enorme palco Heineken, e a banda foi capaz de fazer reagir também o, ainda pouco, público. Um grande concerto.

©Arlindo Camacho/NOS ALIVE 2015

Fotos: ©Arlindo Camacho/NOS ALIVE 2015