9

Keep Razors Sharp

(Homónimo)

NOS Discos, 2014-10-20

EM LOOP
  • The Lioness
  • Waiting Game
  • Cold Feet
  • Africa On Ice
  • Scars & Bones
Nero

Não é coisa muito comum em Portugal, isto dos “supergrupos”. E daí resultarem bons discos será coisa ainda mais rara. Na sua estreia homónima, os Keep Razors Sharp optaram por unidade em vez de egos. Assumiram algo do psicadelismo texano, mas deram-lhe o músculo tradicional das gravações dos estúdios Black Sheep. Não vive só do consumo dos fumos de The Black Angels, nota-se a devoção Dylanesca herdada de um projecto como os Slowriders e a comunhão geracional em torno do “Oásis” de Manchester.

A riqueza harmónica deste álbum será o seu maior triunfo.

A riqueza harmónica deste álbum será o seu maior triunfo. O som cheio e vivo impregna os temas de uma solidez material que tantas vezes está ausente neste revivalismo psicadélico, mesmo nos momentos mais trippy, como “Africa On Ice” e “Scars & Bones”. No final, isso resulta num álbum que, acima de discussão de influências, conquistou o enigma da audição ininterrupta.

“Keep Razors Sharp” é dotado de outra raridade na indústria musical nacional. Não tem a ver com som, mas tem a ver com o culto pelo álbum. Uma capa deslumbrante, autoria de Sara Feio, que merece uma edição em vinil.