15 Anos da Gretsch Custom Shop

15 Anos da Gretsch Custom Shop

Redacção

A história da pequena oficina da Gretsch Guitars no sótão da fábrica Fender em Corona, onde é feito “aquele grande som Gretsch”, que a AS visitou em 2014 e 2017.

2019 marca o 15º aniversário da Gretsch Custom Shop, momento em que o honroso legado passado se encontra com um pico criativo. Desde versões modernas dos lendários instrumentos Gretsch a modelos de homenagem a artistas e encomendas especiais de guitarras únicas, a Gretsch Custom Shop é o grande bastião da máxima “That Great Gretsch Sound”. Pouco tempo após a Fender ter adquirido a licença de construção, distribuição e marketing das guitarras Gretsch, em 2002, surgiu a ideia de criar uma Custom Shop, até pelo sucesso e aclamação mundial da própria Fender Custom Shop.

Entre cerca de uma dúzia de master builders pertencentes aos quadros da Fender nessa época, apenas dois deles – Stephen Stern e Chris Fleming – tinham uma experiência significativa na construção de modelos hollow-body em arch-top. Stern havia estudado com dois dos mais conceituados luthiers de modelos arch-top, Jimmy D’Aquisto e Robert Benedetto. Havia chegado à Fender Custom Shop em 1993, trabalhando directamente com D’Aquisto até à morte deste, em 1995, ao mesmo tempo que construiu algumas belas guitarras Benedetto. Já Fleming era um celebrado Master Builder na Fender Custom Shop, tendo chegado à Fender em 2000 e rapidamente se estabelecido como um dos seus melhores artesãos.

Com Stern ligado a Benedetto, Fleming e George Blanda (também operário da empresa) foram designados para criar os primeiros modelos custom made in USA na história da Gretsch, que estrearam na Winter NAMM de 2004. Eram deslumbrantes versões de edição limitada de grandes clássicos da marca – a G6136CST White Falcon e a G6120WCST Nashville Western. Fora calorosamente bem recebidos e aclamados. A Custom Shop estava lançada. Stephen Stern, entretanto já um dos Senior Master Builders da Fender, pegou nas rédeas dos designs e produção custom da Gretsch em 2005. Com uma pequena equipa, num pequeno sótão na fábrica Fender em Corona, na Califórnia, criou oficialmente a oficina da Gretsch Custom Shop.

A G6136CST White Falcon e a G6120WCST Nashville Western formavam o núcleo da oferta da Custom Shop durante a segunda metade da primeira década do milénio, sendo que a cada ano se lhes juntavam novas guitarras de edição limitada, com estilo e construção impecáveis. Entre estes modelos destacam-se a G6136TCST-R White Falcon LTD Custom Relic de 2007-2009, a G6120WCST-R Nashville Western LTD Custom Relic de 2007, a G6118T-R-CST Anniversary Relic de 2007-2009 e a G6128TDS-R Duo Jet Relic com Bigsby de 2008-2009.

TRIBUTOS

Depois disso, não demorou muito até a Custom Shop virar as suas atenções para alguns dos mais importantes músicos Gretsch. Desde logo, o grande Chet Atkins (1924-2001), uma figura central e seminal na história da marca, que a Custom Shop não perdeu muito tempo para homenagear. A G6120WCST Nashville Western original, de 2004, foi “rebaptizada” como G6120WCST Chet Atkins Hollow Body, em Janeiro de 2007, e assim permaneceu até Dezembro de 2009, ano em que o modelo foi descontinuado. A gloriosa G6120-125 Chet Atkins 125th Anniversary Hollow Body foi produzida durante o ano 2008 apenas e a G6120DSW-R Chet Atkins Relic Hollow Body esteve disponível desde o início de 2009 até metade de 2010.

G6120-125 Chet Atkins 125th Anniversary Hollow Body

Em 2007, o ícone rockabilly Brian Setzer, dos Stray Cats, foi honrado com o primeiro modelo “Tribute” da Custom Shop, a G6120SSC Brian Setzer Tribute Nashville. Stern e a sua equipa construíram artesanalmente 59 dos instrumentos, que eram virtualmente indistintos da estimada 1959 6120 de Setzer, incluindo o acabamento nitro, os potenciómetros em forma de dados, os autocolantes do gato preto e “Lucky Lady” no corpo, o autocolante da caveira na cabeça da guitarra e cada uma das marcas de guerra que o instrumento recebeu ao longo dos anos.

Outro modelo de homenagem ganhou forma em 2008. Falamos da G6129BZ Billy Zoom Tribute Custom Shop Silver Jet, desenhada para o guitarrista Tyson “Billy Zoom” Kindell. Em 2010, a Custom Shop começou a construir encomendas de modelos únicos. Tudo começou quando o guitarrista e director musical de Morrissey, Martin “Boz” Boorer, contactou Stern e lhe fez um pedido especial – a guitarra Pink Penguin. Stern concordou e Boorer recebeu a bonita e exótica guitarra na Primavera de 2010.

Outros artistas célebres, ligados ao legado Gretsch, também foram alvo de homenagens da Custom Shop. Um deles foi Eddie Cochran, antecessor do rockabilly que criou clássicos marcantes como “Summertime Blues”, “C’mon Everybody”, “Sittin’ in the Balcony” e “Twenty Flight Rock”. Trabalhando em colaboração com a família de Cochran durante o ano de 2009, Stern teve permissão para dissecar a lendária guitarra 6120 modificada do músico. O resultado, meticulosamente construído, a G6120EC Eddie Cochran Tribute Hollow Body, tornou-se praticamente indistinto do modelo original. 50 dessas guitarras foram construídas em 2010.

G6120EC Eddie Cochran Tribute Hollow Body

No ano seguinte, Novembro marcaria o 10º aniversário da morte de George Harrison. A Gretsch colaborou então com os gestores do património do músico. A intenção era criar uma réplica da primeira Gretsch de Harrison – uma Duo Jet de 1957, totalmente preta, que o antigo Beatle comprou em segunda-mão, aos 18 anos, no Verão de 1961. Foi a guitarra que Harrison usou no histórico período de três anos em que os Fab Four passaram de sensação local a fenómeno mundial; a guitarra usada para gravar o primeiro álbum dos Beatles, “Please Please Me”, cujo tema título se tornou no primeiro single a chegar ao primeiro lugar nas tabelas comerciais. Stern examinou a guitarra e tirou anotações das suas características com a máxima atenção a cada detalhe. Após vários meses de trabalho, a G6128T-GH George Harrison Tribute Custom Shop Duo Jet foi apresentada em Janeiro de 2011, através de uma edição limitada a 60 réplicas. A recepção foi estrondosa.

2016 viu a criação do monstruoso baixo de 12 cordas G6136B-TP Custom Shop Tom Petersson Signature White Falcon. O baixista dos Cheap Trick foi pioneiro no uso de um instrumento de 12 cordas, com múltiplas oitavas e a sua intervenção no design clássico do baixo White Falcon resultou num modelo espantoso.

Já em 2017 chegou a G6131MY-CS Custom Shop Malcolm Young “Salute” Jet, em homenagem ao lendário guitarrista dos AC/DC, que morreu em Novembro desse mesmo ano. Os exames à icónica e cicatrizada guerreira ‘63 Jet Firebird de Young já aconteciam periodicamente desde 2008. Alcunhada de “A Besta”, tornou-se famosa até pela remoção que Young fez a dois dos três pickups, além de ter sido despida do acabamento vermelho poriginal, ficando com os veios da madeira expostos. Esta guitarra criou alguns dos mais emblemáticos riffs na história do rock ‘n’ roll. Limitada a 40 peças, a G6131MY-CS Custom Shop Malcolm Young “Salute” Jet reproduz cada detalhe do lendário instrumento de Young.

OFICINA

Apesar do seu sucesso, a Gretsch Custom Shop foi-se mantendo como um centro operacional bastante reduzido – apenas Stern e outros dois construtores habitavam a oficina no final de 2012. «A nossa oficina é pequena e algo arcaica. Temos ali as nossas próprias ferramentas e máquinas, um grupo muito unido de rapazes e é ali que fazemos praticamente todo o nosso trabalho», confessa Stern. 2013 foi o ano em que a oficina acolheu o maior acréscimo de pessoal, com a chegada de mais cinco luthiers, incluindo Chad Henrichsen e Gonzalo Madrigal. Madrigal tornou-se Master Builder em 2018 e, além de Stern, é o único com esse estatuto na oficina. O chefe refere que «Gonzalo é um construtor de guitarras muito talentoso e dedicado e é a minha mão direita na Gretsch Custom Shop. Ele tem muito orgulho no seu trabalho e fico muito feliz por reconhecê-lo como um Master Builder. Ele merece».

Actualmente, a equipa acolhe ainda a mestria de Bill Jancar e Kyle Keesler, que ali chegaram no final de 2017. A equipa de cinco profissionais trabalha arduamente dia após dia. Desde a criação de pequenas produções de instrumentos extraordinários, até projectos especiais de modelos únicos, o ênfase em cada projecto obedece sempre ao mesmo. Stern explica-o: «A atenção ao detalhe- A sensação que isso transmite. Podes senti-lo em cada vez que pegas num instrumento da Gretsch Custom Shop. Penso que aquilo que torna as guitarras Gretsch tão especiais é o facto de oferecerem esta enorme diversidade de opções – de todos os tipos de coloração de diferentes madeiras, a todos os tipos de binding e acabamentos. Tudo se encaixa de uma forma que não sucede nas outras marcas».

15th ANNIVERSARY ’59 PENGUIN NOS

Para celebrar este aniversário, a Custom Shop criou o modelo Gretsch G6134-GCS15 Custom Shop 15th Anniversary ’59 Penguin NOS. Uma vez que o rubi é a pedra preciosa que se usa na marca dos 15 anos, esta Penguin possui um corpo em mogno, com tampo curly maple num magnífico acabamento Trans Ruby Red, em contraste com o branco usado nas costas, no braço e na cabeça, tudo rematado pelo binding de corpo e braço em vermelho rubi brilhante. Um conjunto de pickups Ray Butts Full Fidelity potenciam este instrumento radiante com um som brilhante e dinâmico.

Limitada a 15 réplicas, a G6134 Custom ’59 Penguin possui escala em ébano, com 22 trastes de estilo vintage, inlays em perolóide Neo-Classic, placa alusiva ao 15º Aniversário Gretsch Custom Shop na cabeça, ponte Adjusto-Matic com base em ébano, pickguard e hardware dourados, potenciómetros com o “G”, afinadores Grover Imperial e tailpiece Gretsch Cadillac.

Gretsch G6134-GCS15 Custom Shop 15th Anniversary ’59 Penguin NOS

É mais um exemplo da mestria mágica que tornou tão respeitada a Gretsch Custom Shop em década e meia.

«Temos sucesso porque cada pessoa nesta oficina tem um imenso orgulho naquilo que faz; adora estar aqui e isso transparece no produto final. Cada guitarra que construímos é feita com amor e pode ser colocada entre as guitarras mais bonitas do mundo», palavras de Kyle Keesler.