Les Paul de Layla Leiloada Por 1 Milhão

Les Paul de Layla Leiloada Por 1 Milhão

Nero

A ’57 Goldtop Les Paul de Duane Allman, instrumento que o falecido guitarrista usou para gravar o super clássico “Layla” foi a leilão e tornou-se uma das guitarras mais caras de sempre.

Os leilões de instrumentos míticos estão a tornar-se uma tendência. Basta pensar em todo o mediatismo que envolveu o recente leilão de parte da colecção de guitarras de David Gilmour e o valor extraordinário atingido pela icónica Black Strat.

Pois bem, algumas das guitarras de Duane Allman também têm estado em leilão.

Depois de a Gibson SG de 1961/62 do músico ter sido arrematada por 591 mil dólares, num leilão da Heritage, foi agora a vez da guitarra que gravou “Layla” se tornar num dos mais caros exemplos de história do rock ‘n’ roll. Em leilão na Gotta Have Rock and Roll, a guitarra foi vendida por 1,25 milhões de dólares.

Duane Allman morreu num acidente de mota no dia 29 de Outubro de 1971, tinha 24 anos. No entanto, o seu legado musical já era considerável e sobreviveu largamente ao seu fim trágico.

Esta ’57 Goldtop, um dos modelos Gibson Les Paul mais distintos, fez parte desse legado. Afinal, foi essa a guitarra que o músico usou quase exclusivamente nos primeiros anos de carreira dos históricos Allman Brother Band.

Foi também a guitarra que Allman usou para gravar, ao lado de Eric Clapton, em 1970, o super clássico dos Derek and the Dominoes, “Layla”. Podes descobrir a história dessa extraordinária balada rock AQUI. Pouco depois dessas sessões, Duane trocaria a guitarra por um cabeço Marshall, uma ’59 Les Paul Cherry Burst e mais 200 paus.