Ozzy Leva-nos aos Dias de Depressão Pós-Sabbath

Ozzy Leva-nos aos Dias de Depressão Pós-Sabbath

Nero

O primeiro single do próximo álbum de Ozzy, “Ordinary Man”, recebeu tratamento em vídeo oficial. “Under The Graveyard” é um mini biopic filmado em grande estilo e mostra-nos Ozzy, em 1979, numa espiral de decadência, a sucumbir aos seus demónios, entre um mar de seios femininos, cocaína e bourbon.

Foi a primeira malha original de Ozzy Osbourne em quase uma década e recebeu agora um vídeo espectacular, em estilo de curta-metragem biográfica, retratando a decadência acelerada de Ozzy Osbourne em West Hollywood. O vídeo mostra Ozzy a entrar numa espiral incontrolável de drogas, bourbon e strippers, em 1979, após ter sido despedido dos Black Sabbath, precisamente por não se conseguir livrar dos seus vicíos. Em depressão profunda, o seu comportamento piorou. Eis que, naquilo que é uma declaração de amor também a Sharon, a sua hoje esposa o salvou de um comportamento auto-destrutivo que o podia levar à morte.

O tema fará parte do seu próximo álbum que chegará, presumivelmente em Janeiro, com o selo da Epic records e possui o título “Ordinary Man”. A outra canção já conhecida é “Straight To Hell”, que conta com um convidado muito especial: Slash. Aliás, o álbum, apesar de não contar com Zakk Wylde, integra um line-up de peso, com o produtor Andrew Watt a assumir guitarras, além dos convidados, e com o baixista Duff McKagan e o baterista Chad Smith, dos Red Hot Chili Peppers.

Numa das primeiras entrevistas sobre “Ordinary Man”, com o The Sun, Ozzy Osbourne revelou alguns detalhes sobre o seu novo trabalho, que será o seu 12º registo a solo. O frontman dos Black Sabbath foi arrojado nas declarações sobre o novo disco, afirmando que trabalhar na sua composição o ajudou a recuperar da lesão que o forçou a ser hospitalizado, interrompendo a No More Tours 2, digressão que passou em Portugal em 2018. «Fiz um novo álbum que me ajudou a entrar nos eixos. Estive afundado em auto-comiseração durante meses. É o melhor álbum que já fiz».

Ozzy revelou ainda que a motivação para o álbum surgiu após ser convidado para participar no mais recente tema de Post Malone, “Take What You Want”.

O último álbum que Ozzy editou foi “Scream”, em 2010.  Após esse trabalho, o Prince Of Darkness envolveu-se no regresso dos Black Sabbath, com o álbum “13” e na massiva digressão de reunião da banda. Sem descansar, quando esse assunto terminou, Ozzy juntou-se a Zakk Wylde para a supra citada digressão.