No Reverb, O Amp Mais Pequeno é o Campeão de Vendas em 2021

No Reverb, O Amp Mais Pequeno é o Campeão de Vendas em 2021

Redacção

Um dos maiores, senão o maior retalhista de equipamento musical do mundo, o Reverb está a fazer os balanços do ano e a revelar os seus campeões de vendas. Depois das guitarras, apresentou a lista dos amps mais vendidos em 2021, que diz muito sobre as tendências no mundo da amplificação e sobre os tempos que vivemos enquanto sociedade…

Vale a pena recordar que o Reverb.com é, acima de tudo, uma espécie de eBay para gear. Portanto, e tal como na lista de guitarras, este não é um estudo de mercado formal, pois as vendas incluem amplificadores usados e novos – não o número total de amps fabricados e vendidos directamente ou através de retalhistas. A lista inclui alguns modelos bastante familiares e clássicos, mas a primeira posição foi conquiistada por um modelo em estreia em 2021, o compacto (e ponham compacto nisso) Fender Mustang Micro.

Este vencedor diz-nos muito sobre as tendências actuais no universo da guitarra, que a tecnologia de modelação digital está a evoluir e a mudar a forma de tocar guitarra. Diz-nos também muito daquilo que foram os últimos tempos, desde que o Mundo foi confinado em Março de 2020 e muita gente se virou para a aprendizagem musical e também para a criação, uma vez que o Mustang Micro pode servir como interface áudio (já lá vamos). A Reverb refere que os amps digitais tornaram a dominar a lista, sinal dos tempos. «Os modeladores tornaram a ser bastante populares, o que pode ser, pelo menos parcialmente, um efeito da pandemia. Outra razão é que estão a tornar-se cada vez mais apreciados, porque estão francamente a tornar-se muito melhores. As qualidades que sempre os tornaram apelativos – o tamanho e o peso reduzidos, a variedade de opções de amps numa só unidade – continuam presentes e a tecnologia tem evoluído bastante».

De facto, o primeiro amp a válvulas na lista de 2021 surge somente na oitava posição, o Vox AC15C1. Todavia, deve dizer-se que nas 4ª e 5ª posições surgem dois modelos híbridosm casos dos Orange Micro Dark e Micro Terror, dois clássicos já nesta filosofia dos amps compactos. Vamos à lista…

Apresentado na NAMM 2021, o Fender Mustang Micro é uma curiosa unidade com uma selecção de sons oriundos dos amps Fender Mustang. Podem ser ligado directamente à guitarra e faz-se a escuta nos directamente auscultadores, mas também em colunas. O treino sobre backing tracks é facilitado pela conexão Bluetooth. No total, o Mustang micro contempla 12 modelos de amps e 13 efeitos. Também inclui EQs para definição do som e controlo de volume. É recarregável por USB e possui autonomia para cerca de quatro horas de uso. Vale €99.99.

Chegados em 2019, permanecem imensamente aclamados, o que se reflecte na segunda posição aqui alcançada. A série Katana MkII inclui três amplificadores combo e uma cabeça. O Katana-50 MkII de 50-watts e o Katana-100 MkII de 100-watt estão equipados com uma coluna custom de 12 polegadas, enquanto o Katana-100/212 MkII de 100-watt possui duas colunas custom de 12 polegadas. O Katana-Head MkII de 100-watt pode ser ligado a qualquer coluna de guitarra externa com 8-ohm ou 16-ohm, e também inclui uma coluna integrada de 5 polegadas para treinos e preview do teu som.

O amplificador de treino Spark deu nas vistas quando apareceu há cerca de dois anos, tornando-se rapidamente num best-seller com a promessa de funcionalidade máxima com os seus 40 watts de potência. Já este ano chegou uma edição limitada que esgotou em menos de três tempos, o Spark Pearl. A Positive Grid anda a fazer algo muito bem…

Depois, como referido, no quarto lugar chega o Orange Micro Dark (de 2015). No quinto, o Orange Micro Terror – aqui na versão de assinatura de Brent Hinds (Mastodon). Nos lugares seguintes, chegam outros dos nossos favoritos,s Yamaha THR, respectivamente o THR10II e o THR30II (estreados em 2019). No oitavo lugar, como referido, está o super clássico Vox AC15C1. A fechar os dez mais vendidos surge outro Orange, o Crush CR35RT, e outro clássico, mas refeito para o mundo digital, o Fender Tone Master Deluxe Reverb, também introduzido em 2019.

Podem consultar a lista compelta (além da lista dos pedais mais vendidos) neste link.

EGITANA