O Dia de Jimi Hendrix

O Dia de Jimi Hendrix

Nero
Gered Mankowitz

O Mago faz anos. Jimi Hendrix, considerado por muitos o mais influente guitarrista de sempre, nasceu a 27 de Novembro de 1942.

Naturalmente, a sua importância na música, o seu talento único e impacto mediático, reflecte-se editorialmente, sendo um dos artistas com mais artigos dedicados aqui na Arte Sonora. Compilamos aqui alguns deles.

Desde logo, aqueles relacionados com gear. Em 2015, a Fender lançou a, muito antecipada, Jimi Hendrix Stratocaster. O novo modelo presta homenagem ao som incendiário da lenda das seis cordas. Esta guitarra possui engenharia a condizer com a inversão que Hendrix fazia aos seus modelos. Ainda no equipamento que o músico usava, o artigo de mini pedais que procuram emular as stompboxes usadas em alguns dos sons mais distintos de guitarra conta também com a versão de Hendrix. Também nos pedais, a TC Electronic introduziu o  Viscous Vibe, que partilha características, numa recriação digital, do badass Shin-Ei UniVibe. Yup, que o Jimi usava. Tal como a Dunlop recriou o Fuzz Face que o mago usava.

fender hendrix alter your axis

Já em 2019 a Fender Custom Shop clonou Izabella. A Limited Edition Jimi Hendrix Stratocaster é uma homenagem à guitarra que Hendrix usou no Woodstock, em 1969, para dinamitar o hino norte-americano. E a Dunlop lançou, na Authentic Hendrix, uma colecção de quatro pedais em homenagem ao mago das seis cordas. Em 2018, numa colaboração com a associação Authentic Hendrix, a JOI Guitars anunciou a construção de 10 guitarras usando madeira extraída da casa onde Jimi viveu na infância.

No ano anterior, uma vez mais pela Fender, surgiu outro modelo de guitarra de homenagem: a Monterey Stratocaster. Modelo Fender Artist Series que presta homenagem ao génio de Hendrix e aos 50 anos do concerto no Monterey International Pop Festival, onde queimou a sua Stratocaster. Em 2016, a Seymour Duncan estreou os Jimi Hendrix Signature Strat Set. Em 1968, Hendrix usou uma Strat com pickups bobinados pelo próprio Seymour. Cinquenta anos depois é possível possuir um pedaço de história.

Há algum tempo atrás, o website ThisIsNotPorn publicou várias fotos raras (abrir galeria em baixo do parágrafo) de Jimi Hendrix, inclusivamente algumas fotos de quando o guitarrista cumpriu o serviço militar! Hendrix alistou-se para evitar ir preso por conduzir carros roubados. Quando foi dispensado do serviço militar, os relatórios indicavam que esteve longe de ser um G.I. Joe exemplar: fumava erva, falhava as chamadas matinais por adormecer e foi apanhado a… masturbar-se.

Recentemente, um novo álbum póstumo com Jimi Hendrix viu a luz do dia. O guitarrista, antes de alcançar o reconhecimento do grande público, apoiou outros músicos, tal como Curtis Knight em “You Can’t Use My Name: Curtis Knight & The Squires”, agora disponível. O mesmo tem vindo a suceder, quase num ritmo anual, com outtakes de sessões de estúdio, como é exemplo a colecção “Hear My Music”.

Hendrix num dos seus concertos mais memoráveis, no Woddstock '69.

Hendrix num dos seus concertos mais memoráveis, no Woddstock ’69.

Capaz de músicas marcantes, que transcendem gerações, e electrizante ao vivo, em Agosto de 1969, no Woodstock, dinamitou o “Star Spangled Banner” – hino nacional norte-americano. A sua memória é, anualmente, perpetuada na Polónia, no festival Thanks Jimi Hendrix. Aí, milhares de músicos juntam-se sempre para tocar, em conjunto, “Hey Joe”.

Feliz Aniversário Jimi!

Foto de entrada por Gered Mankowitz (1967).